Filho processa goleiro Bruno por morte de Eliza Samudio e pede R$ 6 milhões

Filho de Eliza Samudio (1985-2010) com o goleiro Bruno Fernandes Souza, Bruninho, de 12 anos, processou o próprio pai pelo assassinato da sua mãe. Ele pede indenização por danos morais e materiais de cerca de R$ 6 milhões. A criança, por ser menor de idade, é representada pela sua avó, Sônia Moura, com quem ele vive.

Notícias da TV teve acesso aos autos do processo em primeira mão. O caso corre em segredo de Justiça na 6ª Vara Cível do Tribunal de Justiça do Mato Grosso do Sul, Estado onde ele vive, e faz parte de uma das tentativas do garoto e de sua avó de terem compensações financeiras vindas do ex-Flamengo e Corinthians após ele ter sido condenado pelo assassinato da modelo.

Recentemente, a mãe de Eliza Samudio entrou com um pedido de prisão para Bruno Souza pelo não pagamento da pensão alimentícia ao filho. A Justiça chegou a mandar executar a prisão, mas ele fez uma vaquinha para tentar arrecadar o dinheiro da dívida. No entanto, ele tem sido acusado de sumir com os R$ 20 mil que foram arrecadados. 

Nos autos, o filho pede um pagamento mensal de pensão até que ele complete 25 anos, em valor a ser definido pela Justiça. Ao mesmo tempo, ele também quer uma indenização por danos morais de R$ 6,4 milhões, paga imediatamente após a sentença na conta de sua avó.

O goleiro Bruno apresentou sua defesa argumentando que o valor pedido pelo filho é excessivo para o atual momento de sua vida. Ele também pediu tutela antecipada para impedir penhoras de bens, com o argumento que não tem mais nada para ser leiloado. 

A Justiça não aceitou esse pedido e seguiu com o processo. A decisão foi do juiz Daniel Della Ribeiro, que cuida da ação. Ele determinou que a defesa do goleiro Bruno juntasse testemunhas para tentar provar sua tese. A mãe de Eliza Samudio já juntou documentos necessários para ir em frente. 

“No mais, intime-se a parte requerida para que, no mesmo prazo, junte aos autos todos os documentos que entender necessários ao deslinde do feito, sob pena de preclusão e perda da prova”, determinou o magistrado. Não existe previsão de quando essa ação terá uma decisão. 

Não se esqueça de curtir nossa página no Facebook para mais notícias do BAC NEWS

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s