Pantanal: Guta e Marcelo vão transar como dois animais; saiba quando

Sem o peso de serem irmãos, Guta (Julia Dalavia) e Marcelo (Lucas Leto) vão transar pela primeira vez em Pantanal. As cenas estão previstas para irem ao ar em 12 agosto. Depois de o beijo entre os dois não ter ido ao ar para não chocar o telespectador, a transa de estreia dos pombinhos promete ser selvagem para sacudir a novela das nove da Globo.

De acordo com a cena entregue aos atores, o autor Bruno Luperi quer “Guta e Marcelo se amando, livremente, feito dois animais em meio a natureza selvagem do Pantanal”. Foi exatamente esse o recado do novelista na sequência que marca uma nova fase para os dois personagens.

Depois que Zuleica (Aline Borges) contar à filha de Tenório (Murilo Benício) que ela e Marcelo não são irmãos, a engenheira revelará a verdade ao amado. Eufórica, ela praticamente pulará no pescoço do rapaz, mas ele ficará mal com toda a verdade e rejeitará a moça. O zootecnista descobrirá que é fruto de um estupro.

A personagem de Julia Dalavia insistirá, e ele acabará cedendo às investidas da jovem. “Eu sei que existe um milhão de implicações… Mas… Não podemos deixar todo o resto para depois? Não me faça esperar mais… Eu não consigo
esperar mais um segundo por você”, pedirá.

Marcelo, então, largará tudo e beijará Guta com paixão, deixando desaguar o desejo que vinha sendo represado por todo esse tempo em seu coração. Os dois rolarão por ali, explorando a bela paisagem pantaneira.

Enquanto isso, intercalando-se às cenas do amor, o público verá imagens de Renato (Gabriel Santana), Roberto (Cauê Campos) e Tibério (Guito) em meio aos touros “pegando” as fêmeas pelo mangueiro.

“Se trata de uma sequência delicada que visa nos lembrar –de uma forma poética e sem chocar o público– que o amor é, antes de mais nada, uma necessidade fisiológica, e não mera convenção social. O coito, em seu estado mais selvagem e puro, pega os irmãos de surpresa”, escreveu Luperi.

Guta e Marcelo se amarão, e os cavalos que os levaram até aquele cenário idílico estarão pastando enquanto eles consagrarão a paixão sem amarras.
“É uma coisa pura, sensível e natural. O amor enquanto poesia”, continuou o novelista no roteiro da sequência.

Não se esqueça de curtir nossa página no Facebook para mais notícias do BAC NEWS

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s