Cara e Coragem: Pat rompe pacto e vira espiã para denunciar as laranjas

Pat (Paolla Oliveira) correrá perigo em Cara e Coragem. Após entrar para o grupo das ‘justiceiras de laranja’, a dublê jurará que não revelará nada sobre a seita para ninguém. Entretanto, pouco depois, ela romperá esse pacto e contará detalhes para Ítalo (Paulo Lessa) e Moa (Marcelo Serrado) na novela das sete da Globo 

Além disso, ela topará atuar como espiã e usará até escuta durante as reuniões. Uma vez que as mulheres terão dado dinheiro para a protagonista financiar o tratamento do marido, ela ficara apavorada com a jogada. 

No capítulo previsto para ir ao ar em 21 de julho, a mulher de Alfredo (Carmo Dalla Vecchia) chegará em casa com o terninho laranja, quando será surpreendida pelos sócios, que exigirão saber o que ela terá descoberto sobre a organização secreta. 

Ela pedirá que eles entrem e começará a se explicar. “Eu queria que vocês entendessem. É que eu… eu fico com medo de revelar tudo e perder a ajuda que estou conseguindo no grupo”, dirá a profissional de risco. “Que ajuda? O que você pode perder?”, questionará o pai de Chiquinho (Guilherme Tavares). 

“Essas mulheres que usam esse terninho aqui, laranja, me ofereceram… colocaram à minha disposição recursos para operação do Alfredo”, enfatizará a moça. 

“Pat, se seu medo de contar for esse, a gente dá um jeito: vende os equipamentos, os nossos carros, tudo o que você precisar para pagar essa operação. Tenho uns investimentos também’, argumentará o instrutor de parkour. 

Convencida pelos argumentos dos amigos, a personagem de Paolla Oliveira começará a explicar toda a situação. Ela relatará que a Andrea (Maria Eduarda de Carvalho) a terá visto abalada com o estado de Alfredo no hospital e terá oferecido ajuda do tal grupo. 

A mãe de Gui (Diogo Caruso) também terá descoberto que o grupo, na verdade, é um coletivo de mulheres que se ajudam, e por isso se vestem da mesma forma. 

“É uma coisa da filosofia delas: quando você se reúne com as outras mulheres, não importa se é dona de casa, artista, médica… por isso todas se vestem iguais, pra acentuar a empatia com o problema uma das outras”, esclarecerá. 

Pat também relatará que Clarice (Taís Araujo) fazia parte da organização e doou uma quantia enorme para o grupo. Ao mesmo tempo, a irmã de Lou (Vitoria Bohn) frisará que as membros, além de boas ações, se metem em esquemas perigosos. 

“Tem mais uma coisa que eu quero contar: além do apoio no meu caso, também estão cuidando da demanda de uma outra mulher. Não sei a história dela, nem o que elas vão fazer na prática… Mas foi dito que vão agir pra ‘acabar’ com um cara”, afirmará. 

Operação: Espiã 

Com medo por Pat, Ítalo a convencerá a usar uma câmera para gravar as reuniões do grupo, até para que todos possam entender melhor o que se passa lá e como as mulheres misteriosas podem estar ligadas à morte de Clarice –a empresária estava com a tal roupa laranja no dia em que bateu as botas. 

Apesar de relutar, a dublê aceitará agir como espiã. Com isso, o ex-segurança colocará uma escuta escondida no broche de flor que a corajosa usará durante as reuniões. “Estou me sentido uma espiã”, constatará ela, sem ter noção do vespeiro no qual colocará suas mãos. 

Não se esqueça de curtir nossa página no Facebook para mais notícias do BAC NEWS

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s