De queda de cavalo a morte: Acidente em gravação de Pantanal reforça perigo

Apesar das sequências de rapel e paraquedismo, o elenco de Cara e Coragem segue intacto. Já Irandhir Santos foi parar na mesa de cirurgia após um acidente nos bastidores de Pantanal. O ator caiu de um cavalo e teve uma séria complicação no ombro. Ele está afastado dos trabalhos da novela das nove da Globo.

Fatos terríveis, como uma pessoa morrer em uma gravação, são raros, mas acontecem. Em 2019, um figurante chegou a morrer durante as gravações de O Sétimo Guardião (2018).

E não pense que o acidente de Irandhir Santos é um caso isolado, outros episódios tristes já abalaram outros atores dentro e fora da líder de audiência na TV aberta.

Cauã Reymond fez várias cenas violentas na minissérie Dois Irmãos (2017), mas foi em uma gravação corriqueira que cortou a mão em uma janela e levou quatro pontos. “Dei o sangue por esses personagens”, contou o ator ao Notícias da TV à época. Ele Interpretava os gêmeos Yaqub e Omar na terceira fase da trama.

José Loreto, o Tadeu de Pantanal, também sofreu um acidente durante as filmagens de Mais Forte que o Mundo – A História de José Aldo (2016).

“Sou faixa preta de judô. Tenho a arte marcial em mim desde moleque. Para aprender uma coreografia de luta, fui à Nova União [academia de José Aldo], virei rato de academia. Em cena, não cheguei a quebrar a perna, mas meu tornozelo virou um joelho”, disse Loreto entrevista ao programa Três Pipocas e a Conta, da rede Telecine.

Em 2019, um figurante chegou a morrer durante as gravações de O Sétimo Guardião (2018), e as informações sobre o ocorrido foram publicadas com exclusividade pelo Notícias da TV à época. Joseph Lima dos Santos, 23 anos, passou mal dentro de um ônibus na cidade cenográfica da Globo.

Colegas contaram que ele chegou à Globo pela manhã, suado e reclamando de dores no peito. Ele foi atendido no posto médico da emissora, onde teriam lhe dado uma injeção para dor muscular.

O rapaz ainda foi almoçar, mas continuou com dores. Depois, seguiu para o ônibus em que rodaria as próximas cenas. De acordo com a fonte, ele passou mal no veículo e morreu ali mesmo. 

A Globo, no entanto, recusou a versão do profissional. Segundo a emissora, o figurante só entrou em óbito no hospital. Seja como for, a tragédia deu vida ao elo mais frágil das novelas. Os figurantes trabalham terceirizados pelas agências, sem nenhum vínculo empregatício com a emissora.

Já no caso que veio à tona nesta semana, com o intérprete de José Lucas, a Globo confirmou o ocorrido. “Há algumas semanas, enquanto gravava cena montado em um cavalo no Pantanal, o ator teve um incidente, foi prontamente atendido e deve voltar às gravações nos próximos dias”, informou a emissora.

Segundo Lucas Pasin, colunista do Splash Uol, o ator até tentou suportar a dor, mas teve de ser levado a um hospital de Campo Grande, capital do Mato Grosso do Sul. Dado a gravidade do ferimento, o intérprete de José Lucas de Nada pediu para ser transferido para Recife, onde mora com o marido, Roberto Efrem. Assim, poderia ficar mais próximo da família durante o período de recuperação.

Não se esqueça de curtir nossa página no Facebook para mais notícias do BAC NEWS

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s