Ludmilla detona fala homofóbica de cantora gospel: ‘Chega de ódio’

Ludmilla usou as redes sociais para se pronunciar contra Bruna Karla. Em um vídeo que viralizou na web, a cantora gospel afirmou que relacionamentos homoafetivos são o “caminho para a morte eterna”. Nesta quinta-feira (16), a funkeira, que é bissexual, desabafou sobre o caso e pediu o fim da LGBTfobia: “Chega de ódio”.

“Esse é o tipo de discurso que me embrulha o estômago e me deixa revoltada. Pessoas como ela, que se dizem ‘porta-vozes’ de Deus, descartam e fazem mal a pessoas o tempo inteiro pelo simples fato de elas serem quem elas são!”, escreveu Ludmilla em seu Twitter. A funkeira é casada com Brunna Gonçalves, dançarina e ex-participante do BBB 22 (Globo).

“Quantos de nós vamos precisar morrer gritando que isso não é uma escolha?”, continuou. “Mais quanto tempo vamos precisar sofrer pelo direito de amar? Amor ao próximo? Que próximo? Respeito? Para quem? Chega de ódio. Chega de homofobia. Chega de transfobia. Nós imploramos. Chega!”, pediu Ludmilla.

A crítica foi direcionada a Bruna Karla, cantora gospel que viralizou nesta quarta-feira (15) após fazer declarações homofóbicas no podcast Positivamente, apresentado por Karina Bacchi. Na entrevista, Bruna disse que negou cantar no casamento de um amigo homossexual por não ser a favor de relacionamentos da comunidade LGBTQIA+.

“Teve um amigo que me perguntou: ‘Bruna, quando eu me casar, você vai no meu casamento?’. Eu olhei para ele, fui bem sincera e disse: ‘Quando você se casar com uma mulher linda e cheia do poder de Deus, vou sim’. E ele falou: ‘Você sabe que não é isso que eu estou falando'”, contou.

“Eu falei: ‘Pois é. O dia em que eu aceitar cantar no seu casamento com outro homem, eu posso parar de cantar sobre ler a Bíblia e sobre Jesus'”, continuou. “Aos meus queridos ouvintes homossexuais, o que Deus tem para a sua vida é libertação, algo que Ele sonhou para você. Receba todo meu amor e meu respeito, porque Jesus não sonhou isso para você.”

Ao continuar com referências bíblicas, Bruna afirmou que, durante o julgamento final, seu amigo se arrependerá de não ter seguido seus conselhos. A cantora ainda falou que o destino de pessoas da comunidade LGBTQIA+ é a morte eterna. “É inferno, você já imaginou viver uma condenação eterna?”, questionou.

Após as declarações homofóbicas, diversas celebridades se posicionaram contra a cantora. Anitta, por exemplo, deixou de seguir a artista em seu perfil no Instagram. O cantor Jão, por sua vez, usou o Twitter para criticar Bruna Karla: “Essa fala enlouquece e mata muita gente que começa a se odiar. É uma hom

Não se esqueça de curtir nossa página no Facebook para mais notícias do BAC NEWS

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s