Com “Anitta para presidente”, cantora é destaque em revista americana

Com a manchete “Anitta para presidente”, a cantora, de 29 anos, é um dos destaques da edição de julho da revista americana Interview. Dentre os assuntos, Larissa de Macedo Machado falou das suas inseguranças e do seu personagem criado para a música. 

“É uma loucura porque como artista, talvez porque não queiramos nos sentir inseguras, minha personagem é muito poderosa, é essa garota que faz tudo”, afirmou, em entrevista ao colega J Balvin. 

“Mas na maioria das vezes estou muito preocupada com todos, cuidando de todos, pensando na minha família e garantindo que todos estejam bem. Eu sou muito reservada, então não deixo ninguém saber disso, é meio que um segredo. Mas, na verdade, sou o oposto dessa pessoa poderosa e invencível que vendo como artista”, acrescentou. 

Anitta também relembrou os desafios na adolescência por nascer em uma comunidade do Rio de Janeiro e falou que, apesar de ser rica, dinheiro não é tudo em sua vida. 

“Quando as pessoas olham para mim, demoram para ver por que sou brasileira. Eu sou uma pessoa mista. Meu pai é preto. Minha mãe é latina. E eu nasci e cresci nas ruas, no gueto. Eu costumava acordar e ver c a d á v e r e s na minha porta. Hoje em dia, mesmo tendo a oportunidade de ter tudo, não me importo. Eu nem sei quanto dinheiro eu tenho. Se alguém me liga pedindo ajuda, por doações, eu digo: “Aceite”. 

Ela ainda falou que o seu irmão, Renan Machado, é quem administra o seu dinheiro. “Quem sabe quanto dinheiro eu tenho é meu irmão. Se eu quiser comprar algo caro, que não é algo que eu faço – ou no Coachella, por exemplo, eu queria trazer toda a minha cultura e esse lindo véu para o palco, e isso era muito caro – eu ligo para meu irmão e diga: “Ei, eu tenho dinheiro para gastar com isso?” E então ele me diz se eu tenho ou não. Porque eu não quero saber. Não quero que minha vida seja sobre dinheiro. E minha família também é assim. Não nos importamos com as coisas que temos, só precisamos estar juntos.” 

Anitta também contou os desafios enfrentados por ser famosa e falou que deseja crescer na carreira para “mudar a vida do meu povo”: “Quando conquistamos a fama, podemos nos perder nesse jogo e esquecer quem somos. ‘Por que comecei essa coisa toda? Por que estou fazendo isto?’, você pode se perguntar. Para mim, nunca foi sobre ficar famosa e rica. Era mais sobre mudar a vida do meu povo, a vida do meu país. Então, se vou ao Met Gala, Coachella ou VMAs, não é porque quero me exibir. É porque quero que meu país acredite que eles podem ir a lugares onde nunca estiveram”.

Não se esqueça de curtir nossa página no Facebook para mais notícias do BAC NEWS

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s