Arthur desabafa sobre pior momento no BBB 22: ‘Não entrava na minha cabeça’

Finalista do BBB 22, Arthur Aguiar comentou sobre o seu pior momento dentro do confinamento. Questionado por Tadeu Schmidt, o ator explicou que teve medo de ser julgado pelos colegas de reality por conta de seu histórico de traições no casamento com Maíra Cardi. “Não entrava na minha cabeça o porquê eu não conseguia acessar aquelas pessoas”, desabafou ele durante a edição ao vivo desta segunda-feira (25). 

A lembrança veio à tona após Tadeu pedir para Arthur, Douglas Silva e Paulo André Camilo definirem os momentos mais complicados dentro do jogo. “O momento mais difícil eu acho que foi quando eu desabafei com o Tiago [Abravanel] em uma festa, eu chorei. Não entrava na minha cabeça o porquê eu não conseguia acessar aquelas pessoas, eu falava: ‘Eu não fiz nada para elas’. Eu não conseguia trocar ideia com elas”, explicou o artista, referindo-se aos ex-participantes da atração da Globo. 

Arthur, então, afirmou que sempre percebeu um certo receio dos demais confinados por conta de sua fama de infiel. “Na minha cabeça, é minha opinião, não estou dizendo que é de fato, era uma coisa do que aconteceu lá fora, existia um tipo: ‘Será que eu vou me relacionar com ele? Não sei como ele está lá fora”. Eu sentia que tinha uma coisa disso, isso me deixava triste. Foi um momento delicado para mim.” 

Douglas, por sua vez, voltou a mencionar um dos Jogos da Discórdia do reality show, momento em que recebeu placas com adjetivos como “duas caras” e “ardiloso”. “Eu entrei aqui no jogo não sabendo jogar. Eu sempre conversei com todo mundo dentro da casa. Quando aconteceu aquilo no Jogo da Discórdia, uma semana que eu fui para o paredão, eu não entendi. Eu sempre tive acesso às pessoas, e todas as pessoas que me davam as placas, eu não entendia. Custei a entender. Eu me senti decepcionado, naquele momento não cabia. Eu pensei até em desistir”, assumiu DG. 

Já Paulo André mencionou um episódio protagonizado durante uma das festas na casa. “No dia que eu estava na piscina de bolinhas. Eu estava bem para baixo. Eu trazia muitos pensamentos negativos sobre o que estava acontecendo lá fora, principalmente sobre a minha família. Eu vi o vídeo [do anjo] da minha mãe, do meu pai, e senti a minha mãe meio estranha”, lembrou o velocista. 

Não se esqueça de curtir nossa página no Facebook para mais notícias do BAC NEWS

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s