‘Fora Bolsonaro’: Anitta defende que o slogan contra presidente é uma estratégia errada

Se depender de Anitta, os gritos de “Fora Bolsonaro” são coisa do passado. A explicação de aposentar o slogan — dita em parte das apresentações da cantora e de outros artistas brasileiros contrários ao governo desde a campanha em 2018 — foi apresentada em um longo desabafo publicado pela cantora minutos após bloquear o perfil do presidente no Twitter, neste fim de semana após eles voltarem a trocar farpas. 

Anitta adotou em um dos figurinos do seu show no festival Coachella, nos Estados Unidos, os tons verde, amarelo e azul, e afirmou na postagem que as cores “pertencem aos brasileiros” e “ninguém pode se apropriar do significado” delas. O perfil do presidente republicou o texto com emojis da bandeira brasileira e os dizeres “concordo com a Anitta”. Em seguida, a artista respondeu o presidente e o bloqueou da rede social. 

Em outra publicação, a cantora escreveu: “Usei logo um block pra esses adms (administradores) dele não ficarem usando minhas redes sociais pra ganhar buzz (repercussão) na internet”. Posteriormente, em resposta a um seguidor, explicou a razão e sugeriu que todos aqueles que fazem críticas ao governo atual mudem a estratégia. 

Para a carioca, o perfil de Bolsonaro mudou a postura com os artistas contrários a ele, adotando o deboche como resposta. “Eles estão com uma equipe mais jovem e descolada pra justamente passar essa imagem dele, fazer o público esquecer as coisas com piadas e memes da Internet que faça o jovem achar que ele é um cara maneio, boa praça”, disse. Segundo Anitta, ao rebater o presidente, o artista é visto como “chato mimizento”, e Bolsonaro sairia como “o cara bacana que leva tudo numa boa”. 

Segundo Anitta, o ideal é evitar citar o presidente. Ela lembra como nos últimos tempos as redes sociais de Bolsonaro têm usado as músicas dos artistas que o “odeiam” como fundo dos seus stories no Instagram. Após ser bloqueado por Anitta no Twitter, o perfil do Instagram do presidente deu um print na ação da cantora e colocou como trilha sonora “Envolver”, hit de Anitta.  

“Eu trocaria o slogan ‘Fora Fulaninho’ para ‘muda Brasil’ ou algo que desvincule completamente a narrativa do nome dele”, defende. “Vocês não me verão falando ‘Fora fulaninho’ até as eleições acabarem. E sugiro quem for contra ele fazer o mesmo”, concluiu. 

Em março deste ano, Bolsonaro e Anitta trocaram comentários no Twitter, quando o chefe do Executivo criticou o programa ‘BBB’. Questionado por Anitta se ele seria “presidente ou subcelebridade’, o perfil respondeu com um vídeo de um sósia dançando nas ruas. A imagem é muito utilizada por bolsonaristas, e também foi postada pelos filhos do presidente no dia do seu aniversário.  

Verde e amarelo 

As cores da bandeira brasileira foram adotadas pelos bolsonaristas como símbolo do grupo, em oposição ao vermelho, associado ao PT, maior adversário do então candidato à Presidência em 2018. Em um evento realizado em Niterói há menos de um mês, o ex-presidente Luís Inácio LUla da Silva (PT) comentou sobre o fato, afirmando que seu adversário “não tem partido político”, e por isso “pegou a camisa da seleção e a bandeira dizendo que é o partido dele”, em referência a uma frase dita por Bolsonaro durante toda a campanha e também ao tomar posse como presidente – “nossa bandeira nunca será vermelha”. 

Não se esqueça de curtir nossa página no Facebook para mais notícias do BAC NEW

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s