Diabetes e inteligência artificial: Apps que ajudam a controlar esta doença

Mais de 41 bilhões de pessoas na América Latina são afetadas pelo diabetes e no mundo o número chega a cerca de 400 milhões, segundo a Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS).

Em 20 anos, o número global aumentará em 55% e as mortes por essa doença dobrarão. O diabetes representa entre 12% e 14% do orçamento global de saúde, o que significa US$ 382,6 bilhões.

A maior parte dos custos do diabetes deve-se às internações precoces e morbidades decorrentes da falta de acompanhamento dos pacientes.

Essa tendência ameaça a sustentabilidade dos sistemas de saúde, que é prejudicada pela escassez persistente de pessoal endócrino e de atenção primária.

Esses números levaram os desenvolvedores de aplicativos a criar novos produtos que ajudam as pessoas afetadas por essa doença a controlá-la e levar uma vida saudável.

De acordo com um estudo publicado pela revista Clinical Diabetes, o uso de telefones celulares “melhorou o cuidado pessoal no tratamento do diabetes”.

Quais são os melhores aplicativos

Existem muitos aplicativos que podem ser baixados para manter as estatísticas dos níveis de açúcar no sangue, para lembrar a hora de tomar medicamentos ou aplicar insulina.

A eficácia de qualquer uma dessas plataformas dependerá das necessidades de cada pessoa e do nível de conhecimento que cada indivíduo possui.

De acordo com o endocrinologista David Marrero, diretor do Indiana University Diabetes Research Center, ele acredita que a escolha “vai depender da situação e do indivíduo, as aplicações podem valer muito a pena, principalmente para apoio”.

“Alguns não são funcionais, alguns são muito bem projetados e a maioria é muito complicada.”

O objetivo é que os aplicativos possam fornecer alertas e lembretes para ajudar esses pacientes a levar uma vida mais tranquila.

Alguns especialistas acreditam que essas ferramentas digitais devem avançar e ajudar os pacientes a tomar melhores decisões em relação à alimentação, saúde e que um médico pode monitorar constantemente as estatísticas.

Estes são alguns dos Apps mais usados ​​na América Latina:

SMARTDiabetes

Em 2021 , este aplicativo foi lançado na Colômbia, México, Chile e Peru e sua expansão em toda a América Latina está prevista para este ano.

Por meio dessa plataforma, os pacientes terão maior e melhor controle dos sintomas do diabetes, pois poderão inserir os valores de seus níveis de glicose, permitindo monitoramento remoto, gerenciamento de dados em tempo real e análise do comportamento dos usuários e sua evolução.

Com isso, será prestado um atendimento personalizado e eficaz, enviando aos pacientes recomendações sobre sua alimentação, consumo de carboidratos, atividade física necessária, entre outros.

Diabetes Social

Trata-se de um aplicativo para controle diário do diabetes que ajuda a ajustar a dose de insulina, recebendo alertas com mensagens personalizadas de acordo com as necessidades de cada paciente e permite que você se comunique com o pessoal de saúde caso tenha alguma complicação ou dúvidas sobre seu estado de saúde.

Está traduzido em 10 idiomas. O país onde este aplicativo é mais utilizado é a Espanha, seguido de perto pelo México e o resto do continente sul-americano. É líder no mercado de língua espanhola.

No Chile e no Brasil, está sendo estudada a possibilidade de incluí-lo em seu sistema público de saúde.

O aplicativo de diabetes

Uma das coisas mais importantes que uma pessoa pode fazer para manter seu diabetes sob controle é controlar seus níveis de glicose.

Esse parâmetro indicará a eficácia do tratamento seguido por essa pessoa e destacará as deficiências em suas rotinas diárias. Em suma, o autocontrole glicêmico é essencial para qualquer pessoa com diabetes.

O Diabetes App foi projetado para rastrear os níveis de glicose inseridos pelo usuário.

Posteriormente, esses dados podem ser visualizados por meio de tabelas com estatísticas e até exportados em diferentes formatos.

O aplicativo Bant

Esta aplicação está focada em melhorar a autogestão da diabetes através de algumas funções muito práticas.

O objetivo é acompanhar os níveis de glicose com base nos dados que o usuário insere no aplicativo.

Os passos diários ou fotografias dos pratos que consomem também são adicionados para poder relacionar os níveis de glicose que ingeriram e aceder a esta informação de forma simples.

A interface é simples e intuitiva, e permite a criação de gráficos com os dados que inserimos para deixar tudo mais visual e acessível.

Não se esqueça de curtir nossa página no Facebook para mais notícias do BAC NEW

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s