Repórter da Globo é agredido em gravação e passará por cirurgia

Dois repórteres da Globo foram agredidos na tarde de quarta-feira (2) enquanto faziam uma reportagem sobre a feirinha da madrugada, que acontece em São Paulo. A ocorrência foi revelada por Alan Severiano, no SP1 desta quinta-feira (3). O âncora informou que o cinegrafista Ronaldo de Souza vai passar por uma cirurgia na mão por conta da agressão sofrida.

“Os repórteres Renato Biasi e Ronaldo de Souza foram agredidos ontem à tarde quando gravavam uma reportagem sobre a situação da feirinha da madrugada, no Brás. Este homem, que segurava um cachorro amarrado a uma corrente, se aproximou e começou a xingar os repórteres que faziam imagens no local”, iniciou o âncora do SP1.

Segundo ele, o agressor utilizou a corrente para desferir golpes contra a equipe da emissora: “Um golpe acertou a mão do repórter cinematográfico Ronaldo de Souza. Ele está bem, mas terá que fazer uma cirurgia. Não ficaram claras as motivações do agressor, cujo objetivo era impedir o trabalho da imprensa”.

“A TV Globo repudia com veemência a violência, se solidariza com seus profissionais, tomará as medidas legais e adverte mais uma vez que todos aqueles que agridem com declarações o trabalho da imprensa estimulam este tipo de ato. A nossa solidariedade ao Renato e ao Ronaldo”, finalizou Severiano.

Durante a cobertura da pandemia, muitos repórteres chegaram a ser atacados por negacionistas. Recentemente, o repórter Anselmo Caparica foi interrompido durante uma transmissão ao vivo no SP1. O jornalista estava dando detalhes sobre a nova variante da Covid-19 quando começou a ser imitado. Na ocasião, Caparica teve que ser cortado ao vivo.

Em abril do ano passado, Renato Peters foi empurrado ao vivo por uma apoiadora de Jair Bolsonaro, que gritou: “A Globo é um lixo e [Jair] Bolsonaro tem razão!”.

Quatro dias depois, a jornalista Mariana Aldano também foi interrompida por dois homens que saíram de uma fila na porta de uma agência da Caixa Econômica Federal e começaram a gritar “Globo lixo”.

No fim de outubro de 2021, o correspondente da Globo Leonardo Monteiro foi hostilizado pelo presidente Jair Bolsonaro e agredido por um segurança durante a cobertura da participação do político na cúpula do G20, em Roma, na Itália.

Não se esqueça de curtir nossa página no Facebook para mais notícias do BAC NEWS.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s