Grupo religioso tenta censurar novo especial do Porta dos Fundos na Justiça

O Centro Dom Bosco, organização religiosa católica, foi à Justiça para tentar censurar o Te Prego Lá Fora, novo especial de Natal do Porta dos Fundos. Nesta quarta-feira (15), a associação entrou com uma ação no Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo contra o grupo humorístico e a plataforma de streaming Paramount+, que distribui a animação. 

De acordo com o Centro, o pedido de censura foi realizado devido à “necessidade de proteger o sentimento religioso de uma violação grave”. Na avaliação da associação, a proibição conseguiria evitar o agravamento da “onda de intolerância” contra todos os religiosos. 

A informação foi antecipada pela coluna do jornalista Ancelmo Gois, do O Globo. No Instagram, a página do Centro Dom Bosco comemorou o pedido de censura: “Processamos a Paramount, empresa associada ao novo especial de Natal do Porta dos Fundos. Que Viva Cristo Rei”. 

O mesmo grupo já havia tentado tirar do ar A Última Tentação de Cristo, especial lançado em 2019. A Justiça chegou a conceder uma liminar em caráter provisório para a retirada do conteúdo, mas o ministro Dias Toffoli, do Supremo Tribunal Federal, reverteu a decisão. 

Neste ano, o especial de Natal foi realizado em formato de animação e conta a história dos dilemas de Jesus (Rafael Portugal) em sua adolescência, quando ele sofre bullying por ser bonzinho. Após uma caçada do diretor Herodes (Fábio Porchat), o jovem messias decide virar o aluno malvadão do colégio para manter a sua identidade em sigilo. 

Na segunda passada (13), durante a apresentação do Te Prego Lá Fora à imprensa, Porchat comentou os recorrentes processos judiciais enfrentados pelo grupo por causa dos especiais de fim de ano. “Ganhamos todas [as ações na Justiça]. Nem chega em uma instância mais alta porque já cai direto”, disse o humorista, responsável pela criação do projeto. 

“Em nenhum momento estamos impedindo que as pessoas professem a sua fé. Não estamos incitando o ódio e a violência contra as pessoas que acreditam, estamos dando outro ponto de vista sobre uma história. Assim como o Mel Gibson deu o ponto de vista dele em A Paixão de Cristo [2004], estamos dando o nosso, só que de forma cômica. A comédia tem um poder tão grande que atiça as pessoas”, afirmou Porchat. 

Não se esqueça de curtir nossa página no Facebook para mais notícias do BAC NEWS.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s