Vitor Kley celebra indicação ao Grammy e fala do ‘Show dos Famosos’: “Parece um sonho”

Vitor Kley, de 27 anos, está eufórico com a notícia da sua indicação ao Grammy Latino na categoria Melhor Álbum Pop Contemporâneo em Língua PT, com o seu Bolha (2020). Em conversa com Quem, o cantor falou sobre a expectativa ao mais importante prêmio da música e sua participação no quadro Show dos Famosos, no Domingão com Huck.

“Estou muito emocionado. É uma alegria muito grande que me pegou de surpresa. Eu e minha equipe nos dedicamos muito a esse álbum. Pensamos em cada detalhe, cor, traço, fonte… E lancei o disco no meio da pandemia, momento de muita loucura, logo no início e acho que ele curou a vida de muitas pessoas. Foi muito especial esse CD ter sido indicado. Me deu uma sobrevida em meio a esse caos todo. Estou muito feliz mesmo. Parece um sonho”, declara.

“Dou muito valor ao Grammy. Sempre enxerguei a academia como uma coisa muito musical. Isso é muito importante para mim e aquece meu coração e faz eu ver que estou no caminho certo. Eu e toda minha equipe estamos tranbordando alegria. Só tenho a agradecer todo mundo que escuta meu som, que faz parte da minha caminhada. Minha intenção é essa levar alegria, o caminho do bem. Estou me sentindo como se já tivesse ganhado, só com a indicação”, completa.

Sobre sua participação homenageando colegas da música no dominical, Vitor também demonstra empolgação. “Falar do Show dos Famosos é muito louco para mim. Não achava que era a minha onda. Sou uma cara muito de produzir, escrever, criar minhas músicas. Meu trabalho artístico é bem autoral e fiquei pensando como que eu ia interpretar outro artista. Nunca atuei ou mudei minha voz para imitar alguém. Essas coisas foram um desafio para mim. Como estava sem fazer show e parado, vi uma oportunidade boa de estar em movimento. Quem não é visto, não é lembrado. Vamos ver no que vai dar, tá ligado?”, diz

O cantor revela que a proposta para o Domingão surgiu há mais de um ano. “O convite rolou lá no início da pandemia e foi enrolando até que agora aconteceu. Uma coisa que me motivou foi o desafio de conhecer esse outro meu lado. Quando já estava lá, houve uma outra grande motivação, que foi a equipe da Globo. Que galera maravilhosa, gente boa e competente. Eles têm muito cuidado comigo”, define.

Vitor faz mistério a respeito de sua próxima apresentação, mas admite quem ele gostaria de interpretar. “O Bryan Adams é um cara que eu admiro demais e ia ser muito legal homenageá-lo. Canto as músicas dele com a minha família sempre. Tem Supertramp que admiro muito também, mas é uma banda e acho mais complicado fazer”, justifica.

O cantor elogia a troca com os colegas. “O clima é tão descontraído que tudo fica gostoso. Eu passo na sala da direção imitando quem vou fazer. É bem legal. E com a Wanessa a troca é boa demais. A Wanessa é maravilhosa. Ela canta, interpreta e dança demais. Estou fazendo amigos para a vida toda e isso conta demais”, agradece ele, que não vê como algo negativo as críticas dos jurados do programa.

“Estou levando numa boa, me divertindo. O lance de ser julgado é complicado, porque não está sendo você mesmo. Mas eu levo muito a sério cada julgamento deles ali, porque é um aprendizado para as próximas apresentações. Os ensaios que são a maior dificuldade. É o trabalho que estou mais trabalhando (risos). Decorar a letra e a coreografia tudo ao mesmo tempo é bem díficil. Mas a equipe é fenomenal. Eles são demais e tudo fica mais leve”, conclui.

Não se esqueça de curtir nossa página no Facebook para mais notícias do BAC NEWS.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s