Luísa Sonza diz ter traumas após ataques de haters

Luísa Sonza está mais potente do que nunca desde que lançou o seu mais novo trabalho, o Doce 22. A cantora, que estreia o Prazer, Luísa, no Multishow, voltou a comentar os frequentes ataques virtuais que recebeu nos últimos meses.

A artista sofreu uma onda de linchamento na web, com críticas sobre sua aparência e já foi responsabilizada até pela morte de João Miguel, filho de seu ex-marido, Whindersson Nunes, com Maria Lina, que faleceu após ter nascido prematuro. 

“Tive que me mostrar muito forte desde o início da minha carreira, por todas as questões que eu nem preciso falar. Eu me sinto hoje um pouco mais liberta e mais livre. Sou mais aceita, eu diria. Eu vejo o carinho das pessoas depois do Doce 22. Mas é um eterno aprendizado. É muito doido tudo que aconteceu na minha vida, mas tento assimilar e me cuidar das sequelas. Para mim, a visão ainda é um pouco turva. Mas sinto mais o carinho das pessoas com a Luísa como artista e pessoa também”, declara. 

Luísa admite que pensa duas vezes em se abrir e expôr qualquer intimidade atualmente. Inclusive, ela prometeu se abrir e mostrar mais em seu programa. “Eu tenho muito medo. Fico pensando o que a galera vai pensar. Será que vão me atacar? Eu não preciso nem falar os traumas que eu tenho sobre isso. Não gosto nem de entrar nesse assunto, porque ele me deixa desconfortável. Mas é óbvio que eu fico um pouco com medo”, confessa. 

A cantora acredita estar mais segura de si em sua nova fase profissional. “Cada vez mais, quero ser narradora e dona da minha vida. Muitas vezes, deixei a sociedade e as pessoas serem donas da minha vida. Acho que venho pegando as rédeas e dizendo: ‘eu sou isso aqui e é isso’. Essa é a minha vida e a minha história. Não estou contando a história dos outros. Eu tenho esse direito. Comecei realmente a ter maior controle da minha vida de um tempo para cá”, conclui. 

Com foco muito grande em seu trabalho como cantora, ela conta que não teve tempo de fazer um preparo maior para a TV. “Eu gostaria muito de ter uma preparação para iniciar meus projetos, mas eu trabalho tanto que acabo não conseguindo nem ensaiar, por exemplo. As músicas que eu cantei no programa foram todas performadas ali na hora. Isso não quer dizer que eu não dou o meu melhor. Eu sempre mergulho de cabeça quando vou fazer algo e faço de coração”, aponta. 

Não se esqueça de curtir nossa página no Facebook para mais notícias do BAC NEWS.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s