Após aglomerar em live de Safadão, Juliette crítica Bolsonaro: ‘Negligência da gestão’

Após aglomerar com o influenciador Carlinhos Maia nos bastidores da live que fez com Wesley Safadão, Alceu Valença e a dupla Israel & Rodolffo, Juliette Freire desabafou sobre as 500 mil vítimas da Covid-19 no Brasil. “Não são apenas números. É uma terrível consequência da negligência da gestão do atual governo Bolsonaro”, escreveu a ex-BBB. 

“500 mil mortes. É sobre fora Bolsonaro, sim! A favor da democracia, da economia, da saúde, da educação e do senso coletivo”, escreveu a funkeira pouco tempo depois de Anitta também se posicionar sobre o assunto em suas redes sociais. 

Juliette, que voltou na última semana para Paraíba após mais de seis meses longe, publicou em seu Stories no Instagram que não vai poder abraçá-los, pois o pai e dois irmãos testaram positivo para a Covid-19 minutos antes do reencontro. 

“Hoje seria um dia feliz para mim, eu encontraria meus pais e alguns dos meus irmãos, mas antes de a gente se encontrar eles testaram positivo para a Covid”, disse a campeã do BBB21. 

Juliette afirma que o pai, que já havia tomado as duas doses da vacina, e seus dois irmãos estão assintomáticos. “Eu sei que vou poder encontrá-los novamente, abraçá-los depois disso, mas 500 mil pessoas não vão ter essa oportunidade, porque a gente tem um governo que negligencia essa situação”, desabafou. 

No último final de semana, Juliette foi criticada nas redes sociais por causa de um post em que ela aparece conversando sem máscara com Carlinhos Maia. No fundo da imagem, foi possível ver a aglomeração de pessoas. 

Juliette encerra sua postagem na rede social dizendo que o governo podia “ter evitado essa tragédia” e completou com a hashtag Fora Bolsonaro. 

Contramão 

Além de Juliette e Anitta, a cantora Ivete Sangalo resolveu se manifestar a respeito do caminho que a política brasileira vem trilhando com Jair Bolsonaro no cargo de presidente. 

Em sua postagem, a cantora opinou por não citar o presidente ao lamentar as mais de 500 mil mortes do país por falta de vacina. Ela afirmou que os mortos pela doença não estão relacionados aos partidos políticos. 

“Não é natural. Não é uma mentira. É estarrecedor pensar sobre as milhares de vidas ceifadas e dores irreparáveis em torno dessas perdas. Não é sobre partidos, é sobre humanidade”, escreveu Ivete. Após seu posicionamento, ela recebeu inúmeras críticas. 

Não demorou muito para o discurso viralizar no Twitter. Na rede social, diversos usuários criticaram a postura isenta da baiana em evitar citar o nome. do presidente. 

“Acho que a Ivete tem muito a esconder sobre o voto nas últimas eleições. Só pode! Mas que muro alto. Meio mundo de gente perdendo a vida, e a mulher ainda tá em dúvida se diz ou não #ForaBolsonaroGenocida?”, reclamou um internauta identificado como Carlos. 

Não se esqueça de curtir nossa página no Facebook para mais notícias do BAC NEWS.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s