Em depoimento, ex-BBB Lucas Penteado nega ter mantido ex em cárcere privado

Lucas Penteado, participante que desistiu do “BBB 21”, comentou a polêmica em que se envolveu ainda durante o confinamento e negou em depoimento na Delegacia de Defesa da Mulher, em São Paulo, no dia 16 de abril, que tenha mantido a ex-namorada em cárcere privado ou a agredido.  

As acusações foram registradas em um boletim de ocorrência pela suposta vítima, de 20 anos, no começo de fevereiro. No depoimento, Lucas afirma que a ex-namorada teria ido à casa dele “sem ser convidada, com malas”. Ele afirma que se posicionou contra ela ficar em sua casa em razão da pandemia do coronavírus, além do fato de oito pessoas morarem na residência, de um único quarto. 

Ele declarou que mal ficou com a companheira, uma vez que tinha compromissos profissionais à época. Ela teria ficado quatro dias na casa de Lucas antes de “os pais irem buscá-la”, sob protestos dela. 

“Quando os pais [da suposta vítima] foram buscá-la, ela não queria ir embora do apartamento porque disse que me amava e queria casar comigo. (…) O pai dela a obrigou a ir embora”, disse Lucas em seu relato obtido pelo UOL. 

O ex-BBB afirma que a porta de sua residência não ficava trancada e que a ex sempre esteve com o celular. Diz ainda que, na época, ela foi demitida de um emprego e, para tentar reavê-lo, fez o boletim de ocorrência dizendo que “havia sido raptada”. 

Ele afirma que teve um relacionamento amoroso com a suposta vítima por duas semanas, depois de conhecê-la, em fevereiro de 2020. 

Além disso, o ex-BBB nega que a ex teria tido qualquer tipo de discussão com sua mãe, Andrea Penteado. Lucas relata também que era impossível ter relações sexuais com a suposta vítima em sua residência, porque moram mais sete pessoas com ele. Lucas diz que dorme na sala, com outros familiares. 

Relato da suposta vítima 

De acordo com a ex de Lucas Penteado, para impedir que ela saísse do local, o artista teria pegado o celular dela e escondido a chave do apartamento. Ainda segundo o depoimento, Lucas a agrediu com empurrões e puxões no braços. 

Ela ainda relata que se sentia pressionada a fazer sexo com o ator por medo de sofrer novas agressões. Segundo o depoimento, o ator teria mencionado que, se eles não mantivessem a relação, ela “não seria de mais ninguém”. 

Segundo ela, o cárcere privado teria durado dois meses, até maio do ano passado, e ela teria conseguido escapar depois de pegar seu celular escondido e mandar mensagem para sua irmã e sua prima —as duas também foram à delegacia para testemunhar. 

Não se esqueça de curtir nossa página no Facebook para mais notícias do BAC NEWS.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s