Porsche sobrevive e vence Le Mans pela 19ª vez

Após um dia completo e uma das mais difíceis edições de sua história recente, as 24 Horas de Le Mans chegaram ao fim e pela 19ª ocasião, um Porsche esteve no topo do pódio.

Mas a viagem não foi fácil, já que o carro #2, pilotado por Timo Bernhard, Earl Bamber e Brendon Hartley teve que superar não só problemas mecânicos, mas também uma diferença de 18 voltas em menos de 12 horas para vencer a corrida, válida pelo Mundial de Resistência, o WEC.

Dos seis carros da categoria LMP1, a mais rápida dentre as quatro que dispiutam a corrida, nenhum ficou ileso, com todos sofrendo algum tipo de problema mecânico durante as 24 horas, apenas completaram o evento, sendo o segundo carro o Toyota de #8, 10 voltas atrás do #2.

Com isso, completando o pódio foram dois carros da categoria LMP2, ambos da equipe Jackie Chan DC, que é co-operada pelo ator. O #38, pilotado por Ho-Pin Tung, Oliver Jarvis e Thomas Laurent liderou uma boa parte da corrida, primeira vez que isso aconteceu em 85 edições.

O Oreca #38 apenas perdeu a liderança com uma hora e cinco minutos para o final, posteriormente ficando uma volta atrás do Porsche #2. O segundo carro da equipe, compartilhado por David Cheng, Tristan Gommendy e Alex Brundle terminou em terceiro, devido a desclassificação do Vaillante Rebellion #13, no qual Nelson Piquet Jr corria junto de Mathias Beche e David Hansson.

Na GTE Pro, Daniel Serra e Luis “Pipo” Derani garantiram dois brasileiros no pódio, ao terminarem em primeiro e segundo com seus Aston Martin (que teve Darren Turner e Johnathan Adam acompanhando Daniel)  e Ford GT (que incluiu os ingleses Harry Tincknell e Andy Priaulx), respectivamente, fechando o top 3 na categoria foi o Corvette do dinamarquês Jan Magnussen, o espanhol Antonio Garcia e o americano Jordan Taylor.

A última, mas não menos importante categoria, a GTE Am teve um pódio apenas de Ferraris, com JMW Motorsport, Spirit of Race e Scuderia Corsa terminando em 1º, 2º e 3º.

André Negrão, correndo no #35 da Signatech, acabou em terceiro na LMP2, quarto na classificação geral. Rubens Barrichello, no #29 da Racing Team Nederland terminou a corrida em 12º na LMP2, Bruno Senna no Vaillante Rebellion #31, liderou parte da disputa, mas amargou o 15º da LMP2.

Tony Kanaan, que substituiu Sébastien Bourdais na GTE Pro, acabou em sexto na classe e Fernando Rees, parte da GTE Am terminou o dia no último carro a ser classificado, na posição de número 50 (Le Mans apenas considera como classificados os carros que completarem 70% da distância total de corrida).

Não se esqueça de curtir nossa página no Facebook para mais notícias do BAC NEWS.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s